Segunda edição

Só quem viveu a primeira edição presencialmente do Jazz Trancoso pelos cenários inesquecíveis e memoráveis do charmoso vilarejo, em 2019, sabe a delícia que é ouvir e assistir a um festival de jazz com esse estilo baiano e praiano. 

 

Em abril de 2021, o Jazz Trancoso apresentou uma programação totalmente online e gratuita, com belíssimas apresentações musicais filmadas em lugares ícones  e carregados de significados. Os shows foram transmitidos no youtube e encontram disponíveis para apreciação.

A Segunda edição do festival, teve apoio financeiro do Estado da Bahia através da

Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia)

via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

arte principal fundo cinza.png
Selo_PABB-6.png
Regua_de_Marcas-1.png

Apoio Financeiro:

Coral e Gabriel.jpg
PROGRAMAÇÃO 2021

No dia 19 de abril de 2021, dia do marco da luta dos povos indígenas, a programação teve uma abertura especialíssima. Em um dos cenários mais paradisíacos de Trancoso, a Praia do Espelho, o multiartista Gabriel Guedes, recebe Coral, “cantore e compositore baiane, artista não binárie de gênero fluido”, como ela prefere ser chamada.

 

No piano do deslumbrante Hotel Calá e Divino, Gabriel acompanha Coral na música “Amor de Índio”, de Beto Guedes, seu pai. Uma apresentação formidável, digna da abertura do evento!

Também se apresentando na Praia do Espelho, no mesmo dia,  a baiana nativa de Trancoso, Mariá Sallum, cantou e encantou o público,  com releituras de clássicos do samba ao jazz, emocionando a todos. 

O Pianissimo Jazz, um duo interessantíssimo de piano e baixo acústico formado pelo pianista carioca Mauro Continentino e pela baixista mineira Catarina Moura, trouxe brilhantismo e muito Jazz para nossa programação

Pianissimo Jazz
PHOTO-2021-03-30-12-35-29
004 - © Bruno Pinheiro - 0335

O premiado pianista André Mehmari, duas vezes indicado ao Grammy Latino, apontado como um dos mais originais e completos músicos da cena brasileira atual; e também a pianista austríaca/brasileira Bárbara Garcia, transitaram do clássico jazz à world music.

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

No dia 20 de abril, Dia do Vinil, a programação segue em um novo e inesquecível cenário: o palco mágico do Restaurante Floresta, que abriga uma mata de seringueiras extraordinária, recebeu o grupo D’Ajuda Jazz, que, como na primeira edição do festival, fará uma parceria com a mineira/baiana Nari Farias.

A presença marcante dos instrumentos do jazz e a ancestralidade são marcas registradas da animada apresentação. 

 

 

 

 

Em seguida, Coral, com sua voz potente, retorna ao palco do Jazz Trancoso para um show solo extremamente delicado.

 

 

 

 

 

Dominando alguns clássicos instrumentos em meio à floresta, o talentoso Gabriel Guedes encerra o segundo dia de apresentações, ao lado de Catarina Moura, do Pianissimo Jazz, no baixo acústico.

No dia 21 de abril , data comemorativa da Inconfidência Mineira, o festival muda de palco novamente e chega à Casa de Perainda, uma fantástica pousada de Trancoso que respira história, cultura e tradições.

 

Foram três atrações imperdíveis, três artistas impressionantes. O primeiro a se apresentar foi o jovem músico Pedro Volta, que, no violão e no piano, levou ainda mais música de qualidade para o evento virtual. 

Em seguida, é a vez do excêntrico pianista, arranjador e produtor musical Deangelo Silva.

Verdadeiro furacão no piano, o mineiro radicado em Arraial D’Ajuda já ganhou muitos prêmios por suas performances arrebatadoras.

 

 

 

 

 

E pra fechar o terceiro dia, a francesa/marroquina Safia Ben Amar soltou a voz super potente no festival online.

Fã do jazz, ela é uma explosão musical e levaou um mix de emoções em um show único!

Finalizando o festival, no dia 22 de abril, Dia do Planeta Terra e da chegada dos portugueses ao Brasil, as atrações são múltiplas. Com o tema “Revelando o Brasil: Pluralidade”, a abertura do último dia foi no Quadrado histórico, ponto turístico mais visitado de Trancoso. As Cajuínas de Caraíva foram escolhidas para deixar esse ambiente ainda mais colorido, lúdico e musical, num show que mostra a força do canto feminino unificado como âncora de resistência à cultura popular e suas vertentes.

 

 

 

 

 

E, como já virou tradição, a Jam fecha com chave de ouro a programação, Na admirável Pousada Mar à Vista, vários artistas que residem em Trancoso e elevam o cenário musical e cultural da região farão uma apresentação inesquecível.

Desta vez, a já famosa trupe de artistas, que se apresentou na primeira edição do Jazz Trancoso e reuniu vários músicos na última noite de festival, terá apresentações de Lamppi, Cíntio, Panda Capoeira, Gari, Rafa Eloi, Vasco D’orey, Waldemar, Maurício, Reinaldo, Pathy Urucungá e banda, Faowana e Uriel, Amanda Mezzovilla, Sacha, Rô Conceição, Callu Baroncelli, Regueiro, Coruja Nativa, Kell Santos, Odoyá, Theo Rosen, além de Késia Souza, Kelly Lima e Ubiratan, do Instituto Descobrir. Um time de peso, uma verdadeira festa de encerramento.

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

Apoio Financeiro:

©2021 por Jazz Trancoso.